Espaço do Apóstolo

apostoloÉ claro que eu não quero lhe falar dos meus 69 anos da minha idade biológica. Mas, dos meus 15 anos da minha nova idade, devido o Evangelho ter me transformado em uma nova criatura.

Nascido de uma família que se dizia católica, pois conhecendo hoje o modo de viver dos católicos, vejo que não havia nenhum compromisso religioso, a não ser um nicho cheio de imagens, e a reza de uma ladainha todo dia de sábado à noite. Meus pais iam a Igreja de ano em ano, e principalmente na noite deles no mês de maio, no qual celebravam todo o mês à Maria, e em cada dia uma família organizava e enfeitava a Igreja para a celebração. Contudo a falecida Laura Costa, segunda esposa do meu avô, era uma carola daquelas e me levava muito a Igreja na minha adolescência, e aquilo me levou a me tornar sacristão, do falecido padre Nicanor Cunha. Gostava de chegar bem cedo para a missa, a fim de pegar a batina mais colorida (era vermelha), para ficar bonito para as meninas. Na realidade não havia na nossa família a prática da religião.

Em 1994, minha esposa começou a freqüentar a Igreja Batista da Independência em Salvador, ela já havia aberto o coração para Jesus, desde 1979, quando morávamos na cidade de Ilhéus; juntamente com a minha filha, hoje a miss. Anna Paula (trabalhando hoje ao lado do seu esposo o Pr. Gustavo, tomando conta das igrejas, naquela cidade). Contudo, guardaram em segredo com medo de levar ao meu conhecimento, tal era o meu desprezo para com os crentes.

Com a ida dela aquela Igreja, eu era forçado a levá-la e buscá-la. Em um belo dia, houve um desencontro e eu fui mais cedo, e dessa vez entrei, e naquela tarde a dirigente do culto irmã Andrelina, me chamou à frente, e eu sem entender nada, fui. E ela me disse, Deus tem uma grande obra através da sua vida, além de não entender ela ainda pediu-me que dissesse alguma coisa, tipo uma saudação, e disso não me lembro o que falei.

No ano seguinte meu irmão caçula Nelson, nos levou para um Encontro de Casais com Cristo, na Igreja Batista da Avenida em Feira de Santana, e ali entreguei o meu coração para Jesus; a melhor coisa que fiz em toda a minha vida.

Voltando para Salvador, os irmãos Naildo Macedo e Célia, me encaminharam para a Igreja Batista do Garcia, e no dia 28.09.1995, eu e a minha esposa descemos às águas, pelas mãos do Pr. Miguel Ângelo, que também batizou meus filhos, Sérgio, Anna Paula e Mariana.

Um dia não muito distante eu direi: eu e a minha casa servimos ao Senhor.
Teria muitas coisas para escrever, fica para uma outra oportunidade, não quero me tornar prolixo.

Na II parte vou falar do nascimento do Ministério de Jesus sobre a minha vida.

Não passei muito tempo na Igreja Batista do Garcia, mas aprendi muito, principalmente com as pregações daquele jovem Pastor e na EBD, com o irmão Jessé.

O pastor saiu da Igreja e com ele a maioria absoluta dos seus membros. Não quero entrar no mérito da questão, pois seria constrangedor para mim, ter de explicar coisas que não edificam. Uma coisa eu aprendi, que o modelo de governo, em algumas Igrejas onde o pastor quase não tem autoridade sobre ela, foge dos princípios da Palavra de Deus, que afirma ser o governo da Igreja teocrático. Vejamos o que diz a Palavra: At 16:4 – Quando iam passando pelas cidades, entregavam aos irmãos, para serem observados, os decretos (decisões) que haviam sido tomados pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém.

Muitas Igrejas estão impedindo o verdadeiro governo, e passando grandes lutas em suas Assembléias; e em muitos casos, reuniões que se tornam bem parecidas com as do mundo (verdadeiras disputas pelo poder).
Bem, vamos voltar para a minha pequena história.

Pr. Miguel Ângelo, fundou a Comunidade Evangélica, e lá estava eu com aquele grande grupo de irmãos. Não é que a Bíblia diz que se alguém quer ser o maior, seja o menor. Era exatamente eu, o menor, naquele grupo de irmãos, e não é que para surpresa minha, fui escolhido o seu primeiro presidente. Passei o tempo que o Senhor quis ali naquela casa de oração. Abriu o Pr. Rogério Dantas um trabalho no bairro do Costa Azul, e lá estava eu retornando à Igreja Batista, pelas mãos do meu Pastor aqui na terra, Jurandir Miguel; para ser um servo de Deus, naquele lugar.

Fui seu Vice- Presidente, e fui ungido a Presbítero, Evangelista e Pastor. Todas essas bênçãos na minha vida no ano 1999, pelas mãos do meu amigo e Pr. Rogério Dantas.

Fui também por algum tempo responsável pelas finanças, e recebi o ministério de abrir Congregações, tendo na quarta aberta; em Stella Maris, sido ali efetivado pelo Pr. Rogério, como seu Pastor, e ali estou até hoje.

Entre o tempo da Comunidade e com a Batista do Costa azul e em Stella Maris, trabalhei sete anos na Adhonep – Associação de Homens de Negócio do Evangelho Pleno. Fui participante de um Capítulo ali no bairro da Vitória, fui Vice-Presidente, Presidente do Capítulo 400, fui Instrutor de Seminários, Coordenador, chegando a Diretor aqui em Salvador. Fundei um Capítulo em Stella Maris. Fiz muitos Seminários, na Bahia e fora daqui. Foram muitas almas para Jesus e muitos irmãos batizados no Espírito Santo.

Fui instrumento do Espírito Santo naquela Associação, para pregar também em vários capítulos, inclusive no interior, fazendo também algumas viagens à cidade em que havia problemas no capítulo. Nunca me esqueço de algumas delas, junto com o meu amado irmão Josias.

Mas o Seminário que mais me marcou, foi em Nanuque, Minas Gerais. Fui o preletor da noite naquele jantar. Haviam, naquele evento quarenta pessoas que não eram crentes; todos receberam Jesus no seu coração. No sábado pela manhã fui à loja do presidente do Capítulo, levar uma Palavra, e orar. Uma serva desviada se reconciliou, e outra funcionária, abriu o coração para Jesus. À noite preguei na Assembléia de Deus, mais sete almas receberam Jesus. No domingo à noite fui a Quadrangular, ministrar, era o dia da Santa Ceia, eu não sabia de nada, no entendimento humano, a Palavra que havia me dado o Espírito Santo, não tinha nada haver com o dia de Ceia. Mas em toda a minha vida tento pregar não o que eu quero, mas o que ELE manda. Resultado quando fiz o apelo para o conserto da Igreja, entre trezentas a quatrocentas pessoas foram à frente, e no meio delas uma cega à seis anos, eu pude ver a glória de Deus, quando em prantos tirava o seu óculos e corria para o seu Pastor. Jesus havia curado a sua cegueira, e grande era a sua alegria, em poder voltar a vê o rosto de seus irmãos.

Foi um tempo maravilhoso, naquela Associação, a falta de tempo me impediu continuar naquele trabalho. Não fora isso estaria até hoje ali. Quando me lembro sinto saudades. Foi na Adhonep, que eu fui batizado no Espírito Santo, foi ali que cresci muito na graça de Deus e dos Homens. A Adhonep mora no meu coração.
Abrindo a Congregação de Stella Maris, aqui fiquei.

Quando o Senhor entregou-me o Ministério pastoral, cobrou de mim, uma Igreja, no lugar em que havia tido Empresa secular. Cumprir a ordem do Senhor: Saí em 1975 de Mundo Novo para Ilhéus: Duas Igrejas naquela cidade; no Teotônio Vilela em 2002 e Nelson Costa em 2004.

Sair em 1982 de Ilhéus para Jequié: uma Igreja ali no Cilion em 2005.

Sair em 1987 de Jequié para a Ilha de Itaparica: uma Igreja na BA 001 – Km 03, em 2006.

Sair da Ilha em 1992 para Lauro de Freitas: Uma Igreja ali no Jardim do Jokhey em 2007.

Voltei a Salvador em 1994: Uma Igreja; em Stella Maris em 1999, onde tudo começou na minha vida, para a Glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Tudo isso se cumpriu, quando ainda estava na abençoada denominação “Lírio dos Vales”.

Hoje vivo o Ministério que Jesus me deu. ELE me tirou das padarias da vida, para que pudesse dar o pão que é a sua Palavra.

Hoje somos para a honra e Glória do Mestre: “IGREJA BATISTA APOSTÓLICA PÃO DA VIDA”

Nossa grande meta “EVANGELISMO”. UMA IGREJA COM PROPÓSITOS.

ARTIGOS

Mulher, maravilha de Deus

“A beleza é enganosa, e a formosura é passageira mas a Mulher que teme ao Senhor será elogiada.” (Pv 31:30) Não sou a Mulher maravilha, mas Deus me fez maravilhosa!!! Há alguns dias atrás acordei com um sentimento de gratidão: agradeci a Deus por ser Mulher, por Ele ter me feito especial. No início daquele dia, […]

Categoria: Devocional,
Difícil é tirar Sodoma de nós …

Quero chamar a sua atenção para a história que se passa entre os capítulos 13 e 19 de Gênesis. Pense um pouco nela e você verá como é verdade. Nesses capítulos temos uma história digna de novela das oito, que se passa na cidade de Sodoma e tem como personagem central Ló e sua família. […]

Categoria: Devocional,
O livro perigoso

Você tem uma Bíblia? Mais de uma? Sabia que em 53 países do mundo você poderia ser preso e até condenado à morte por isso? No Acampamento Royal Kids assistimos ao filme “O Livro Perigoso” e todos ficamos impactados ao ver pessoas que enfrentam diversas situações, inclusive a morte, para não negar sua fé e […]

Categoria: Devocional,
Desânimo

“Portanto, diga aos israelitas o seguinte: ‘Eu sou o Senhor. Vou livrá-los da escravidão do Egito. Estenderei o braço poderoso para fazer cair sobre os egípcios um castigo horrível e salvarei vocês. Farei com que vocês sejam o meu povo e eu serei o seu Deus. Vocês ficarão sabendo que eu sou o Senhor, seu […]

Categoria: Devocional,
BASES BÍBLICO-APOSTÓLICAS PARA AS CÉLULAS

BASES BÍBLICO-APOSTÓLICAS PARA AS CÉLULAS NA IGREJA CONTEMPORÂNEA. Jesus escolheu pessoas simples e comuns para Seus discípulos. Ele se preocupou mais com a disponibilidade do que com habilidade. A Igreja primitiva se reunia em pequenos grupos. O QUE É UMA CÉLULA?          A Bíblia compara a Igreja de Cristo (que somos mós), ao corpo humano. […]

Categoria: Artigos,
O MUNDO DE HOJE

O MUNDO DE HOJE O Senhor preparou a terra criou os céus, os luminares, a fauna a flora e árvores frutíferas entre outras e colocou o homem e a mulher para povoar a terra. Miserável homem que não soube gerir a sua vida, traindo a confiança do Altíssimo e iniciando com seu pecado, uma nova […]

Categoria: Artigos,
É INEVITÁVEL VAI ACONTECER A RESTAURAÇÃO DA IGREJA PRIMITIVA

É INEVITÁVEL VAI ACONTECER A RESTAURAÇÃO DA IGREJA PRIMITIVA, ANTES DO ARREBATAMENTO. Cap. I Os fundamentos dos apóstolos estão bem longe da Igreja que Jesus ensinou aos seus discípulos, como ela deveria ser. No lugar do amor impera o desamor, no lugar da humildade impera a prepotência, no lugar do perdão impera o apontar do […]

Categoria: Artigos,
Aos amados membros da nossa Igreja.

Aos amados membros da nossa Igreja. A implantação (através da nossa liderança), dos métodos apostólicos da Igreja Primitiva em nossa casa, se faz de uma maneira sábia, prudente e exatamente o que está no coração de Deus. Lamentamos e muito que todos não tenham entendido a maravilha que é o MDA, visão esta que estar […]

Categoria: Artigos,